Testemunhos

Testemunhos
  • “ [...] Dra. Irina Alexandra Lopes [...] comprovou um enorme rigor científico no trabalho apresentado conseguindo um resultado manifestamente positivo.”

    No seguimento da entrada em vigor da Lei nº 54/2005, de 15 de novembro  (posteriormente alterada pela Lei nº 34/2014 de 19 de junho), foi a VSA – Vaz Serra & Associados, RL, mandatada para patrocinar um volume considerável de processos com vista ao reconhecimento judicial da propriedade privada de terrenos situados em leitos ou margens de águas do mar ou de quaisquer águas navegáveis ou flutuáveis. Num reduzido prazo, os proprietários de tais terrenos tinham de fazer prova documental de que os terrenos em causa já se encontravam na propriedade ou posse de particulares antes de 31 de dezembro de 1864 ou, tratando-se de arribas alcantiladas, antes de 22 de março de 1868. Houve, assim, em primeiro lugar, que resolver o delicado e complexo problema de investigação histórica de cada um dos imóveis: efetuar pesquisas de enorme dificuldade, proceder à transcrição documental e, finalmente, organizar e analisar os dados recolhidos. Para esta complexa tarefa, recorreu este escritório aos serviços da investigadora, Sra. Dra. Irina Alexandra Lopes, que, ao longo de muitas semanas de árduo trabalho em vários arquivos históricos do país, comprovou um enorme rigor científico no trabalho apresentado conseguindo um resultado manifestamente positivo (em vinte processos que lhe foram confiados, em apenas um processo não foi conseguido o desiderato, por manifesta impossibilidade documental). Finalmente, a Sra. Dra. Irina Alexandra Lopes, organizou e entregou pontualmente neste escritório os dossiers finais para uso nas ações judiciais a intentar.

    VSA – VAZ SERRA & ASSOCIADOS – SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL, Lisboa

  • "Agradecemos vivamente à Dra. Irina toda a dedicação e competência demonstradas no seu trabalho".

    Na nossa luta a nível nacional, para tornar mais justa a lei do Domínio Público Hídrico que, na sua forma de 2005, representava um autêntico confisco de uma grande parte da propriedade privada junto da costa e das linhas fluviais, encontrámos uma investigadora extraordinariamente competente, dedicada e interessada no seu trabalho, a quem devemos uma colaboração preciosa. A Dra. Irina Alexandra Lopes desenvolveu uma pesquisa histórica patrimonial e territorial, que se torna fundamental para melhor conhecimento da “genealogia” da propriedade privada, no âmbito do Domínio Público Hídrico. Graças ao seu trabalho, muitas famílias obtiveram o conhecimento da história das suas propriedades, que o Estado, através da lei de 2005, pretendia tornar suas. No meu caso particular, conseguiu obter o “trato sucessivo” de uma propriedade na Ericeira, desde 1852 até à atualidade! Agradecemos vivamente à Dra. Irina toda a dedicação e competência demonstradas no seu trabalho e é com muita satisfação que vemos a possibilidade do alargamento do seu trabalho, através das novas tecnologias da informação e para uso e fruição de um público muito alargado. Com o meu maior apreço.

    MANUELA NETTO ROCHA, Ericeira (Mafra), Particular

  • “[...] uma excelente paleógrafa e investigadora, revelando dinamismo, rigor e qualidade no seu trabalho.”

    Só quem procura e tem necessidade de se servir de documentos antigos é que se apercebe da dificuldade de os encontrar. E depois de os encontrar há de se deparar com a difícil tarefa de os ler. Felizmente, quando precisei encontrei a Dra. Irina Lopes, deparando-me com uma excelente paleógrafa e investigadora, revelando dinamismo, rigor e qualidade no seu trabalho. Encontrei-a numa altura em que, por exigência legal, teria de fazer prova que a minha casa era objeto de propriedade particular pelo menos desde o ano de 1864. Essa difícil tarefa foi concretizada pela Dra. Irina, através do seu saber e persistência que a caracteriza. Tenho a certeza, que caso não a encontrasse não conseguiria apanhar o rasto às sucessivas escrituras, nem sequer as ler caso as encontrasse. Um muito obrigada! Bem haja!

    MARIA JOAQUINA ALCÂNTARA, Malveira (Mafra), Advogada

  • “[...] grande honestidade e empenho profissional que a levam a vencer obstáculos que fariam outros desistir da tarefa.”

    Precisei há pouco tempo de comprovar que um imóvel situado na orla pública marítima era propriedade privada antes de 31 de dezembro de 1864. Dada a minha formação profissional, estava consciente de que a tarefa não era fácil, por não haver livros de índices de escrituras de compra e venda no Cartório Notarial da Ericeira e no de Mafra apenas dois ofícios os possuem até 1850 (com hiatos pelo meio). Acresce que uma investigação desta natureza implica um conhecimento profundo não apenas de documentos de arquivos distritais e municipais, mas também de arquivos de tribunais, conservatórias dos registos prediais e repartições de finanças. A pesquisa de que eu precisava constituía assim, para um particular, uma “missão impossível”. Ouvi entretanto falar da Dra. Irina Lopes, investigadora no domínio da História e com pesquisas já feitas e bem sucedidas na área que me interessava. Foi neste contexto que a conheci e a simpatia e disponibilidade que manifestou para responder a todas as perguntas que formulei logo me chamaram a atenção. Quando encomendei a pesquisa, apresentou um orçamento claro e com um preço muito moderado, bem abaixo de outros praticados para o mesmo trabalho. Tive depois ocasião de comprovar que faz o acompanhamento da investigação junto do cliente, pondo-o a par do andamento do trabalho, realizado com uma grande honestidade e empenho profissional que a levam a vencer obstáculos que fariam outros desistir da tarefa. A pesquisa foi realizada com êxito e dentro do prazo previsto, não se arrastando indefinidamente como tantas vezes acontece. Por todas estas razões, recomendo vivamente o trabalho da Dra. Irina Lopes nas áreas de pesquisa a que atualmente se dedica.

    MARIA LUCIE CARRILHO RIBEIRO, Lisboa, Particular

  • “A investigadora mais competente e profissional que conheci na Torre do Tombo."

    Em relação à Dra. Irina Alexandra Lopes quero testemunhar a minha opinião sobre a sua competência como investigadora, que resulta da oportunidade que tive de conhecê-la no processo de busca de escrituras na Torre do Tombo, em Lisboa, no âmbito da ação judicial que eu e o meu sócio tivemos de mover contra o Estado português, na obtenção do reconhecimento de propriedade privada de uma propriedade situada nas Azenhas do Mar (Colares – Sintra), em nome da empresa Prima Negócios. A Dra. Irina realizou uma excelente pesquisa nos documentos antigos e organizou o processo para se submeter em tribunal com uma apresentação exemplar. Sempre que precisei de auxílio a Dr. Irina estava pronta a ajudar e reparei que, enquanto investigadora, fazia o seu trabalho com muito rigor e organização. Ou seja, mostra que sabe o que está a fazer. Foi a investigadora mais competente e profissional que conheci na Torre do Tombo.

    EUGÉNIO REIS, Fontanelas, Colares (Sintra), Empresário imobiliário